Pedro Abrunhosa - Deixas em mim tanto de ti


Há momentos em que me sinto um campo magnético que atraí perversamente a dor a si mesmo.
E em outros momentos sinto apenas que sou um refúgio onde a dor se abriga, se acalma e se reverte.
Hoje albergam-se outras dores em mim, no peito, e nem são dores de alma. Melhor assim, estas não doem tanto assim e não terão, porque eu não consentirei, uma consequência tão devastadora como as outras.
Reinventei-me e não sei se alguém o percebeu, ou sequer que alguém se interessa por isso. Eu sei, que se tu soubesses terias orgulho no meu caminho. Não sei onde ele me leva e nem me interessa, se não me leva a ti, sigo apenas, na busca pelo avesso da dor.
Os rasgos de dor que me arrebatam o corpo não são mais que reflexos d'alma, abanam-me, deixam-me desconcertada, brincam com as minhas convicções, com as minhas determinações. A outra dor não deixo que me possua, simplesmente não permitirei. Afinal, sou o que sinto e sinto muito o que sou.
Todos os dias encaro as minhas dores de frente, com o respeito que me merecem cada uma delas, alojadas no meu peito, abrangentes, espaçosas, provocadoras. E todos os dias me rio um pouco delas, da sua altivez, da sua pouca vergonha. Vivemos assim nesta estranha e complexa cumplicidade, como três corpos ocupando um mesmo espaço, um espaço que antes era apenas meu e de ti.
Trago-te colado ao lado esquerdo do peito, da mesma forma como aquela outra dor se pegou ao lado direito do meu peito.

E pelos dois lados do meu peito, lutarei até ao limite das minhas forças e contra todas as adversidades. Eu, o meu sorriso, as minhas lágrimas mas, essencialmente, o Amor que tenho em mim...

Até já...

[2012/01/21]

6 Responses to "Dois lados do peito..."

  1. T Says:

    E hás-de encontrar esse tal avesso da dor...gostei muito

    beijinhos

  2. Natacha Says:

    Encontro-o em momentos, muitos momentos, mas foge-me sempre, T ;)

    Beijo grande

  3. Daniela Leal Says:

    Só pela música já estava fantástico, mas realmente, é um momento de introspeção muito bem passado para o papel... :)

    Abraço,

    Daniela Leal

  4. ónix Says:

    Lindo, aliás como sempre. Muito bem escrito, Natacha. Adorei.
    Abraço para ti.

  5. Natacha Says:

    Daniela,

    Obrigada pela tua tatuagem, sejas muito bem vinda aqui :)

    Beijo

  6. Natacha Says:

    Obrigada, querida Ónix, tens sempre uma palavra simpática que me fica tatuada na alma... muito obrigada!

    Beijo

Enviar um comentário