Azeitonas - Anda comigo ver os aviões


Aos poucos fui entrando no universo mágico da aventura. Aprendi a soltar-me das grilhetas sociais que nos castram as emoções, e aprendi, que no jogo do certo e do errado há sempre forma de dar a volta ao texto e de interpretá-lo a nosso gosto.
Aprendi até que são as pedras do caminho que fazem com que este seja intenso e motivo de orgulho de ser vivido a cada obstáculo transposto, ora por superação, ora por aceitação, crescimento, sabedoria.
Aos poucos fui-me libertando e ao mesmo tempo fui encontrando um Eu que vivia enclausurado dentro de mim, que ansiava por alguém que destravasse a loucura e desse sentido a este meu lado mais irreverente.
Contigo, a vida é uma aventura constante, cheia de adrenalina e emoções, sempre nos limites e nos extremos, naqueles lugares que nos acordam para a vida por nos deixarem à beira de abismos, cordas bamba, trapézios sem rede. Contigo existem sempre cem cavalos a galopar no peito e uma vontade incontrolável de levantar voo. 
A aventura começa em cada novo dia que me presenteias com a tua luz. Irradias uma luz que me cativa, que me faz querer usufruir de ti, da tua alma, do teu corpo, da tua essência mais pura. Sejam as nossas partilhas espirituais, as carnais e até as mais banais (contigo nunca nada é banal), em qualquer troca de energia, contigo tudo é tão mais elevado, mais intenso.
Poucos chegam onde nós chegamos, mas isso não nos torna melhores que ninguém... apenas diferentes.


Aventura, quero sempre uma nova aventura contigo... Aventuras-te?


[2012/04/07]

2 Responses to "Aventura(s-te?)"

  1. Ametista Says:

    Viver assim, de uma forma aventureira, vale a pena.. o tédio enfastia a vida..
    Adorei :)

    Um grande beijinho

  2. Natacha Says:

    Vale muito a pena, Leonor, acredita!

    A vida precisa também de sal ;)

    Beijossssss

Enviar um comentário