Brandie Carlile - Closer to you

Palavra tão especial e única que contém em si mesma a tradução para dois sentimentos tão distintos.
Saudade não é só uma palavra.
Saudade é um pensamento abstracto, um instinto imediato, uma subtileza persistente, uma dança, um bailado... saudade é um fado...
Saudade pode ser o mais alegre dos sentimentos - quando sabemos que a iremos "matar" em breve. Provoca excitação, aumenta os níveis de adrenalina, abre os sorrisos e dá uma dor boa no peito de: "está quase..."
Ou pode ser a mais cruel das dores - quando desconhecemos se algum dia a poderemos voltar a "matar". Corrói o nosso peito até que já não cabe mais e acaba por transbordar em lágrimas...
Não existe gravidade, na saudade, é uma flutuação constante da emoção, embora diferente de quando nos tiram o chão...

Saudade, li algures... "É o amor que fica..."

Tenho tantas saudades tuas...

[2011/08/04]
Posted by Picasa

8 Responses to "Da Saudade..."

  1. pinguim Says:

    A saudade é terrível...

  2. Closet Says:

    Querida Natacha, para mim acho que chegaste lá bem perto na definição, acredito que seja uma confusão de sentimentos que criam ansiedades pelo que já se teve ou pode vir a ter, ou, na saudade mais triste, pelo que nunca mais se poderá ter... complexa esta palavrinha que faz quase sempre doer tanto o peito! Um beijinho e se não "falarmos" Boas Férias!

  3. Natacha Says:

    Tem saudade que é mesmo terrível, amigo Pinguim...

    Beijo

  4. Natacha Says:

    Querida Sónia,
    Saudade é tão nosso, não é? E dói tanto, mesmo quando é saudade da boa :) Afinal, é verdade quando se diz que é ténue a linha que divide a dor e o prazer... :)

    Obrigada, ainda vou andar por aqui no início das férias :)

    Beijo e boa continuação para ti!

  5. Ametista Says:

    Defines bem, sim, esse sentimento que aperta o coração e o torna tão pequenino..
    Saudade? Sentem os de alma grande..
    Saudade de não podermos voltar atrás e repetirmos os momentos em que fomos felizes.. tanto.. (maldito saudosismo)
    Saudade de alguém que não está por perto (será que merece esta dor?)..
    Natacha, os teus textos são profundos e eu adoro ler-te..

    Abracinho enorme

  6. Natacha Says:

    Sabes Leonor, não me questiono dos merecimentos, no meu coração sei que merece tudo esse alguém, tudo...
    Por algum motivo que não sei explicar, talvez seja eu quem não mereça esse Amor...

    Beijo e saudades :) até de quem não conheço... sou uma lamechas :)

  7. ónix Says:

    Esta coisa da saudade por vezes é difícil de suportar... belo o teu texto.
    Beijinhos, Natacha

  8. Natacha Says:

    Olá Ónix...

    Neste preciso momento está mesmo insuportável... de tal forma que nem tenho forças para escrever novos posts...

    Um beijo grande e obrigada por passares :)

Enviar um comentário