Quando eu te espero,
acordam lamparinas invisíveis dentro de mim,
que iluminam a minha alma e a aquecem,
ao som das melodias que eu escolho,
nesta sala que serve de ponto de encontro
e neste tapete vermelho que te recebe,
como se fosse sempre a primeira vez.

Quando eu te espero,
espero também que quando tu chegares,
o tempo possa parar,
para que juntos, eu de boleia nas tuas asas,
possamos voar pelos lugares mais bonitos,
escondidos no escuro do nosso refúgio,
onde sobressaí o brilho dos olhos,
o calor da pele e o azul da tua aura
e perpetue em nós este sentimento,
que é de aconchego, que é de verdade,
cheio de amor e de liberdade.

Espero-te...

[2010/11/20]

Posted by Picasa

2 Responses to "Quando eu te espero"

  1. Magnolia Says:

    Doces esperas....
    Beijo Nat, bom fim de semana

  2. Natacha Says:

    Muito doces mesmo :)

    Beijo, Mag

Enviar um comentário