11:56

Hoje é um grande dia!

Hoje é o dia em que o país que me viu nascer vai a votos depois de 16 anos e uma experiência traumática.

Hoje é o dia em que tudo vai correr muito bem. Hoje é um dia de legitimação de poderes.

Hoje é o dia em que não me vou alongar em análises do mal e do bem. Não vou falar do que é mais fácil falar, como vejo por aí tanta gente que não sabe nada, como eu própria, a opinar, e na maioria das vezes, a criticar destrutivamente.

Eu não sei de nada, eu só sei que a minha terra merece, o seu povo merece e todos os que a amam merecem que tudo corra bem, e que esta vaga de progresso, de reabilitação, de reconstrução, esta vaga de vida ... não pare jamais de crescer.

E que nós, instalados que estamos neste cantinho à beira-mar plantado, antes de tecermos qualquer juízo de valor, possamos olhar o nosso umbigo, e ... enchermo-nos de vergonha!

ANGOLA... EU ACREDITO!!

6 Responses to "Mãe Negra"

  1. lampejo Says:

    Não há dúvidas, Angola está a crescer...
    Partilho da tua opinião, antes de falar dos outros devíamos olhar primeiro para o nosso umbigo.
    Beijinhos!

  2. Natacha Says:

    Sê bem vindo ao meu novo espaço nete especial dia.

    Beijinhos e bigadas pela companhia ;)

  3. Eudemim Says:

    Teci um texto no pano cru com a forma do meu sentir pelo que se passou por aqui.
    Devemos sim olhar o nosso umbigo, mas sem sentir vergonha...apenas olhar o dos outros com respeito.
    É isso que faz falta.
    Daqui do Sul

  4. Natacha Says:

    Bem vinda Eudemim,

    ... mas é precisamente nessa falta de respeito que reside a minha vergonha... alheia.

    Irei ler-te,

    de Norte a Sul...

  5. José Jorge Frade Says:

    Saudações de um amigo de Angola!

  6. Natacha Says:

    Olá José Jorge Frade,

    ... uma cara bem conhecida quer da Sanzalangola, quer do Mazungue. :)

    Obrigada pelo cumprimento! Volte sempre...

Enviar um comentário