Tracy Chapman - Baby can I hold you

Todas as respostas cabem num amargo engano.
Todas as fracções do tempo que procurei absorver inventando desculpas para as respostas que não queria ouvir, também cabem num amargo engano.
Todos os enganos que não pensei, acabam por me assaltar sem pudor e com desprezo. Amargos e cruéis.
Não são os sentimentos, mas a forma como se vivem os sentimentos, o respeito que se lhes tem.
Não são os silêncios e nem sequer são os amores ou desamores. São apenas os amargos enganos.
Não perco tempo lamentando o tempo porque apenas lamento o que não aproveitei.
E aproveito o momento, em que ergo a cabeça para assumir mais um engano amargo dos meus.
Acredito que continuarei sempre cometendo enganos, enquanto teimar em acreditar que as emoções comandam.
Como um amargo engano nos enche de respostas evitadas, realidades escondidas e desilusões previstas.
Foi apenas um engano, e esse engano foi meu.
E como sempre na minha vida, eu assumo, mais um amargo engano, mais uma aprendizagem.
Não foi engano o meu Amor, também não foi engano o teu Amor.
Apenas foi engano o tempo, o espaço deste encontro.
Vou aguardar para acertar no tempo em que os enganos não mais me procurem para brincar com as minhas emoções.
Vou aguardar, vivendo, porque chegues no tempo certo, no espaço exacto.
Sem enganos...

[2012/01/28]

4 Responses to "Amargo engano"

  1. Closet Says:

    Querida Natacha, a vida é assim mesmo, feita de enganos (frase ridícula...ok, vou tentar outra!)... passamos o tempo todo a enganar-nos estupidamente, a nós próprios essencialmente. Mas depois há "aquele parágrafo" que decidimos fazer para buscarmos o que é verdadeiro, não acredito noutro tipo de felicidade. Um beijo grande, e já sabes que gostei da foto (e do nosso momento de cultura ontem "naquele outro lugar")

  2. Natacha Says:

    Querida Sónia, não tenhas medo do ridículo, porque ... "todas as cartas de Amor são ridículas" ;) É isso mesmo, a vida é mesmo assim, feita de tudo isso.
    Resta-me de que nos meus enganos encontrei sempre uma felicidade imensa e a cada momento um sentimento único de concretização, efémera é certo, mas valeu pela experiência :) E curiosamente, nunca me enganei nas pessoas ;) apenas no tempo e no espaço :)

    Obrigada ;) Beijo enorme

  3. ónix Says:

    Belíssimo este teu engano, querida Natacha. Amei!És tu na foto? Está o máximo.
    Bjiinhos

  4. Natacha Says:

    Obrigada, Ónix! tens sempre uma palavra simpática :) Sim, sou eu na foto, mas há uns 3 anos, talvez...

    Um beijinho muito grande

Enviar um comentário