12:02

Cada Lugar teu - Mafalda Veiga

Recolho-me na memória de um beijo,
de uns lábios perfeitos e quentes,
de uma sensação de frescura numa contradição total
que me percorre por dentro no sangue que me corre nas veias.
O teu beijo é doce como a água fresca da nascente,
e quente como o fogo que me arde no peito.
O teu toque, é sedutor e firme,
como a água que cai da cascata sobre as minhas costas,
que me massaja a alma e me abraça,
como só o teu abraço sabe fazer.
Moldas-me o corpo como a água molda as pedras por onde corre,
libertas-te em mim, és enchente e maré vaza a teu prazer,
és remoinho, és fundão, és tão só e apenas,
dono do meu coração...

[2011/05/04]

Posted by Picasa

6 Responses to "Nascente"

  1. Cláudio Says:

    ... e aqui, um pouco de "Pessoa", bom dia!

    TREME EM LUZ A Água

    "Treme em luz a água.
    Mal vejo. Parece
    Que uma alheia mágoa
    Na minha alma desce -

    Mágoa erma de alguém
    De algum outro mundo
    Onde a dor é um bem
    E o amor é profundo,

    E só punge ver,
    Ao longe, iludida,
    A vida a morrer
    O sonho da vida."

    Fernando Pessoa

  2. Natacha Says:

    Olha Cláudio, a tua presença aqui muito me honra, trazeres contigo o Fernando Pessoa, torna tudo mais sublime... Obrigada!

    Um beijo grande para ti

  3. ivete Says:

    Ai,ai... Cheguei a suspirar,Natacha! Que delícia de escrita.Tão leve, tão doce... Transportou-me, nas águas dessa cascata.

    Beijinhos

  4. Natacha Says:

    Que bom Ivete, não me ando a sentir nada inspirada e saber que ainda assim consigo chegar a alguém, é uma óptima sensação.

    Beijo grande

  5. ónix Says:

    Bem escrito...gostei.
    Bjokinhas

  6. Natacha Says:

    Obrigada :))

    Beijinhos

Enviar um comentário