00:12


Pedro Abrunhosa - Não desistas de mim


Sempre me disseste sermos um no outro. Eu sou tu e tu és eu, haja o que houver...
Sempre me disseste que o meu sentir era o teu sentir.
E sempre me disseste que quando eu sentisse algo em relação a nós, que saberia então que tu estarias, onde quer que te encontrasses, a sentir precisamente o mesmo que eu...

Como dói tão profundamente pensar que te possas estar a sentir assim...

[2012/08/11]

2 Responses to "Sentir"

  1. ónix Says:

    As tuas palavrasa deixam-me sempre a meditar e a pensar em "como escreves bem".
    Bjus

  2. Natacha Says:

    Obrigada, querida Ónix :) ... e que saudades tenho de escrever ;)

    Beijinhos

Enviar um comentário