Procurei uma fotografia que ilustrasse estas palavras, que por sua vez pretendem ilustrar o que mais uma vez não é ilustrável ... e ficamos então assim numa ilustração desilustrada de um sentimento, profundamente sentido, à flor da pele... e falas tu de contradições... Como pode o profundo estar tão à flor da pele...
Não encontrei a fotografia, nenhuma se comparava à descrição sensitiva que paira no meu pensamento quando te vejo sorrir para mim, mesmo quando não estás aqui.
Vi fotografias, de sorrisos, de abraços, de olhares, e nenhuma chegava sequer perto do sabor dos teus olhos ao mesmo tempo assertivos e suplicantes, nenhum abraço tinha a energia dos teus braços quando me envolvem e nenhum sorriso estava presente simultaneamente nos lábios e na alma... como o teu.
Então, deixei de procurar a fotografia, e eu sempre soube que "desconseguia" de ilustrar-te em palavras, porque ainda não foram inventadas aquelas que vestem o Ser complexo e ao mesmo tempo tão simples que existe em ti, tão frágil e tão forte, tão carente e tão independente, tão lindo... e tão lindo...
É nessa complexidade tão simples que me encontro e revejo, é aí que me completo, e às minhas complexas simplicidades, é simplesmente aí que me quero perder, como quem passeia num jardim aromatizado por flores de todas as cores, onde as borboletas pairam alegremente, onde o Sol é feliz ao amanhecer e onde as nuvens derramam as suas lágrimas com prazer, num ciclo de vida que não termina jamais, que está sempre em evolução...
Quero ser a tua coragem, a tua força de vontade, o teu motor de arranque, a tua âncora, o teu farol, o teu desejo, o teu amor, quero que te reencontres e sejas feliz, longe ou perto de mim...

"As coisas mudam, as coisas morrem... e se não mudam é porque já estão mortas..."

Não sei se este pensamento é meu, mas parece, de tão espontaneamente ter surgido na minha cabeça, resolvi colocá-lo entre aspas na mesma, caso não seja.


[2010/11/15]

4 Responses to "ilustração desilustrada"

  1. pinguim Says:

    A única "ilustração" possível é a própria pessoa amada.

  2. Magnolia Says:

    " Guardo-te num lugar mais seguro que fotografias ou poemas "
    Gil T Sousa

    Beijo Nat

  3. Natacha Says:

    É mesmo isso Pinguim...

    Beijo

  4. Natacha Says:

    Já percebi o quanto gostas desta pequena, mas tão grande, frase :)... e eu também gosto!

    Beijo grande Mag

Enviar um comentário